sábado, 12 de junho de 2010

Suicidas Ilustres 03: Alfredo (ninguém sabe de quê)

O meu vizinho do lado
Se matou de solidão
Ligou o gás, o coitado
Último gás do bujão
Porque ninguém o queria
Ninguém lhe dava atenção
Porque ninguém mais lhe abria
As portas do coração
Levou com ele seu louro
E um gato de estimação

Há tanta gente sozinha
Que a gente mal adivinha
Gente sem vez para amar
Gente sem mão para dar
Gente que basta um olhar
Quase nada
Gente com os olhos no chão
Sempre pedindo perdão
Gente que a gente não vê
Porque é quase nada

Eu sempre o cumprimentava
Porque parecia bom
Um homem por trás dos óculos
Como diria Drummond
Num velho papel de embrulho
Deixou um bilhete seu
Dizendo que se matava
De cansado de viver
Embaixo assinado Alfredo
Mas ninguém sabe de quê

“Coitado do 'seu' Alfredo, me lembro tão bem dele... Vizinho do lado, como diz a canção. Omisso, humilde... Parecia não ter passado, nem presente, nem futuro. Uma dessas figuras com  as quais a vida não teve nenhuma complacência. Um solitário total. Eu não sabia até que ponto, até o ponto que o levou a se matar" (Vinícius de Moraes)

Para ouvir a música:
http://www.youtube.com/watch?v=N8eOUR9UiuM&feature=related

Homenagem a todos os Alfredos que tenho conhecido.
Porque em verdade, ao contrário do que pensam, eles não estão sós.
(Dr. Mauricio)

5 comentários:

  1. Fala Dr. passando pra deixar meu comentário rsrs..
    Quanta gente solitaria, apesar das grandes cidades as pessoas estão se sentindo cada vez mais solitárias,,Em meio da multidão as pessoas estão cada vez mais sozinhas,,,abração fuiiiiiiii

    ResponderExcluir
  2. Sempre achei essa música, melhor dizendo, essa letra, extremamente triste na medida em que é tão verdadeira. Solidão que vem do abandono de si mesmo. Triste e muito tentador.
    Um fds agradável, dr.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Maria Rosa13 junho, 2010

    A letra desta música é a própria realidade humana porque ninguém tem tempo para o outro, menos ainda de ouví-lo e se solidarizar com seus tormentos.
    Na verdade hoje só fica na solidão quem quer existe inumeras alternativas(GRITE, CANTE, PROCURE PESSOAS CONHECIDAS, USE A INTERNET, FAÇA TRABALHOS VOLUNTÁRIOS, ADOTE UM AMIGO DE ESTIMAÇÃO OU O QUE QUISER), só não desista da vida, tenha em mente alguém neste mundo TE AMA e estará sempre ESPERANDO POR VOCÊ.

    ResponderExcluir
  4. SIMONE SADALLA16 junho, 2010

    Dr. Mauricio Lucio,
    No dia a dia nos deparamos com inúmeras pessoas solitárias...!! Que desistem da vida...!!! O que podemos fazer como sociedade é tentar guiá-las na medida do possível para um caminho de alegrias e motivação; o que nem sempre dá tempo....!!!

    Abraços, Simone Sadalla

    ResponderExcluir
  5. Magali Manzano Ferreira18 junho, 2010

    Engraçado já acho que devemos encaminharmos a nós mesmos. Será que não se percebe que mesmo sem abrir o gás se dar um tiro ou pular de um carro andando como já fiz e quantas vezes já fiquei olhando da janela de passarelas e dizer é tão fácil....... como já tentei contra mim duas vezes.... Que barato de nada adiantou, o que resolveu mesmo foi acreditar em mim mesma fazer um bom tratamento com Dr fujão que é o Dr Maurício, encarar, não é fácil, mas é possivel, para isso realmente temos de ter uma boa assessoria profissional , medicamentos necessários e entender que chamar a atenção nada mais é que vitimismo e tem tudo haver com nosso ego. Sabem ser coitada já era o negócio é eu sou e f...-se o resto. Sou sincera e não tenho receio de dizer o que sinto, pois acredito que me mostrando como sou realmente posso estar fazendo algo de útil, não só a mim como ao próximo. Bjs fofo com gosto de caramelo. Não consegui marcar na Ceci Magali. E agora José??????

    ResponderExcluir