quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Suicidas ilustres 10: Getúlio Vargas e seu filho

Líder da Revolução de 1930, presidente eleito e ditador, Getúlio Vargas se matou com um tiro no peito em agosto de 1954 deixando um bilhete onde dizia "...saio da vida para entrar na História". Seu filho Maneco Vargas, prefeito de Porto Alegre, repetiu seu gesto 46 anos depois, se matando em 1996, também deixando um bilhete onde dizia: "Não pretendo entrar para a história, apenas deixar a história passar".

Um comentário:

  1. Esse fez uma grande ação para a humanidade!!!! Ação essa que o Lula e todo o PT deveriam fazer!!!!

    ResponderExcluir