terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

O ponto fraco dos homens fortes...


Quando o Dr. Fábio, o veterinário, afirmou que Ludwig, meu gato (Ludini), deveria ser castrado, por muito tempo me neguei e resisti. Ele me garantiu que sua vida ia ser melhor, mais tranquila, com maior qualidade, menos stress, que ele seria mais feliz. Não consegui acreditar nisso, e Fábio compreendeu bem meus sentimentos. Disse que era a típica reação masculina, que as mulheres costumavam reagir melhor a este fato da vida felina. Após longa resistência, o fato foi consumado e percebi que ele estava com toda razão.  
Lendo a revista Veja dessa semana, chamou-me a atenção a Carta ao Leitor, com a seguinte chamada: “O ponto fraco de homens fortes”, sobre a matéria de capa, que trata da advogada Christiane Oliveira, exonerada do governo petista, envolvida até o pescoço (incluindo pernas, coxas, quadris e sabe-se lá o que mais...) em desvio de verbas da Saúde: mais de 1 bilhão de reais dos cofres públicos (que saúde!). Segundo revelações dela própria, seus encantos femininos ajudaram nas decisões de altos escalões da República, obtiveram favores e até indicações de criminosos para cargos de confiança. Homens de exemplar formação religiosa, como José Antonio Toffoli, ministro do STF (de família tão católica...tem até um irmão padre), ou Gilberto Carvalho, Ministro da Secretaria-Geral da Presidencia, ex-seminarista vivendo em um sólido casamento, ambos sucumbiram ante os encantos da linda doutora evangélica, filha do consagrado “profeta” Elói de Oliveira, fundador da Igreja Tabernáculo do Deus Vivo, financeiramente muito próspera em Maceió. Durante a campanha de Dilma, Christiane foi encarregada da sagrada missão de bem se relacionar com Igrejas Evangélicas abastadas. Ao que indica a revista Veja, ela é especialista em boas relações. Festivos encontros com poderosos eram travados em um apartamento localizado em área nobre de Brasília.
Sempre tive dúvidas se eram os homens que possuíam pênis pendurados diante de si ou se eram os pênis que possuíam homens atrás deles, a fim para carregá-los de um lado a outro, em suas perigosas aventuras. Uma dúvida persistente. Já vi homens sofrerem por seus pênis de maneiras inesperadas. São famosos os casos de psicóticos que cortaram fora seus próprios órgãos. Um paciente, nada psicótico, costumava se expor a tantos riscos de vida devido a seu incontrolável desejo sexual, que solicitou uma castração química, com remédios broxantes. Freud dava tanta importância ao pênis que afirmava sofrerem as mulheres de um tal de “complexo de castração”, e vivia se perguntando atormentado: “o que será que as mulheres querem?”. O pênis teve uma importância tão grande no catolicismo, que a Santa Igreja afirma ter Jesus nascido sem interferência de nenhum deles, bem como jamais ter feito uso do seu próprio.
O castratismo, prática de castração de jovens cantores, foi estimulado pela Santa Igreja, para que eles desenvolvessem vozes semelhantes às vozes dos anjos, que não custa lembrar, também não tinham sexo. Senhores donos de haréns também estimulavam a presença de guardas eunucos, protegendo as virtudes de suas mulheres.  Eles eram com certeza mais inteligentes do que os jogadores de futebol de hoje, que fazem papel de palhaços pelas travessuras de seus genitais. Constatamos então que a castração se constitui em uma prática com utilidades comprovadas. No passado, famílias pobres entregavam um filho à Igreja para ser castrado em troca de dinheiro. Essa prática foi piedosamente banida em 1902, pelo Papa Leão XIII. O último castrato conhecido morreu em 1922. Atualmente sobrevivem diversos homens castrados de maneira funcional, ou seja, apesar de preservarem seus testículos físicamente intactos, não os utilizam para nenhum objetivo útil. A prática clínica mostra que existem mulheres, esposas ou mães, exímias na prática da castração.
Meu veterinário, Dr. Fábio sabia bem o que estava falando. A vida de meu gato melhorou, sem dúvidas. Melhorou tanto que eu começo a pensar que esta seria uma boa solução para vários problemas humanos. Imaginemos um Governo formado totalmente por castrati, incorruptíveis, como os da foto abaixo:


Me senti muito incompreendido nesta semana ao comentar no facebook uma capa da revista Playboy, que apareceu na minha frente, no caminho para o trabalho, atrapalhando minha pacífica rotina. Afinal, uma banca de revistas só tem dois grandes tipos de revistas: um tipo, dedicado aos homens, com um monte de mulheres peladas na capa; e outro tipo, dedicado às mulheres, ensinando dietas mágicas para que elas fiquem gostosas sem uso do photoshop, como aquelas mulheres das revistas que os homens compram.
Talvez a castração seja uma solução também para mim. Poderia, entre outras coisas, olhar para as bancas de jornais e seguir inabalado, em frente, totalmente dedicado a pensamentos puros, a soluções para os sofrimentos da humanidade, a origem e o destino do universo... 

10 comentários:

  1. Os homens podem e devem usar seus penis quando e como quiserem...apenas separem prazer e negócios....sinceramente homens que "pensam" com seus pênis são patéticos...as mulheres os acham uns idiotas e se aproveitam mesmo

    ResponderExcluir
  2. A vantagem dos castrados é terem só uma cabeça funcionando.

    ResponderExcluir
  3. a castração então teria q ser no cerébro! ele é o maior e melhor orgão sexual !!!!!

    ResponderExcluir
  4. Essa me parece uma visão até verdadeira, mas reducionista, o ser humano escolher viver driblando seus instintos selvagens, ou viver como um gatinho castrado que se interessa apenas em comer, dormir, e receber afagos (escapando de riscos).
    A testosterona deve fazer falta em vários outros aspectos como por exemplo o desempenho no trabalho, seja ele braçal ou não.
    Em animais, se feita muito precocemente, pode gerar problemas dermatológicos, entre outros, se feita tardiamente não tem resultado plenamente satisfatório na mudança comportamental. Em animais o estímulo pode fazer o animal voltar a agir como antes da castração (imagino que em humanos também), tenho até um exemplo em casa, meu gato mais velho, Frederico, que foi castrado já na idade adulta, o que já diminui a eficácia de mudanças desejadas em seu comportamento. Mas ele logo voltou a agir como macho não castrado após ter que conviver com outro macho não castrado que adotei junto a uma fêmea, sua raiva pelo novo macho em seu território liberou seus estímulos de competição novamente, fazendo-o voltar a praticar demarcação territorial, mesmo de forma meio desengonçada, e copulação com objetos ou mesmo conosco nas horas de afago!
    Mas enfim, a dúvida de que se eram os homens que possuíam pênis pendurados diante de si ou se eram os pênis que possuíam homens atrás deles, a fim para carregá-los de um lado a outro, em suas perigosas aventuras, me fez quase morrer de rir... Conheço muitos pênis com vida própria, cujo corpo que carregam, têm cerébros que parecem funcionar meio primitivamente, já ouviram falar nos Cafuçus e Brucutús? No quesito copulação são mestres.

    ResponderExcluir
  5. Claro, que dá para viver sem os ovinhos. Se forem retidos na idade adulta, pode até ter ereções. E outra têm viagra., pode-se fazer sexo oral, etc. E tê mulher que sente o maior tesão em ter um homem sem os bagos nas mãos, ou em castrá-lo. Acho que os homens com mais de sessenta anos deverima mandar tirar os testiculos. Alías, ninguem precisa saber se o sujeito é castrado ou não... se tem os ovos ou não. Mas, pedófilo, deveriam tirar o penis e os ovos.
    .

    ResponderExcluir
  6. Homens com mais de 60, anos. se castrados dos testiculos, não terima mais problemas com prostata.

    ResponderExcluir
  7. Claro, que dá para viver sem os ovinhos. Se forem retirados na idade adulta, pode até ter ereções. E outra têm viagra., pode-se fazer sexo oral, etc. E tê mulher que sente o maior tesão em ter um homem sem os bagos nas mãos, ou em castrá-lo. Acho que os homens com mais de sessenta anos deverima mandar tirar os testiculos. Alías, ninguem precisa saber se o sujeito é castrado ou não... se tem os ovos ou não. Mas, pedófilo, deveriam tirar o penis e os ovos.
    .

    ResponderExcluir
  8. Antiga Paciente13 abril, 2014

    Deixa de ser bobo, Doutor Mauricio...
    Para que você precisa de Playboy ?
    Case comigo.
    Sempre te achei um gato...
    Tô meio murchinha mas nada que uma boa vida não resolva.
    Com um guarda roupa renovado, uma maquiagem bem feita, uma academia eu viro GATA !!!
    Quanto ao lado intelectual, você compartilha sua inteligência comigo e eu viro INTELIGÊNCIA PURA !!!
    Amor é convivência, o resto é papo furado.

    ResponderExcluir